Atrações Turísticas

Parque Municipal do Trabalhador

Em 2010 a Administração Municipal adquiriu a área do CTG Campo Verde, junto à Avenida dos Municípios, número 1300,  com a finalidade de criar o Parque Municipal do Trabalhador de Campo Bom, uma referência em espaço para o lazer e realização de eventos na região. A área de mais de 50 hectares tem ruas pavimentadas e iluminadas, sanitários, rede elétrica e pluvial, um pórtico de entrada, além de contar com praças de brinquedos e recreação infantil, áreas de lazer e área verde de preservação ambiental, churrasqueiras, vestiários e amplo estacionamento. No início de março de 2011 o Parque foi usado pela primeira vez, sendo desde então palco de três grandes eventos organizados pela Prefeitura: O Acampamento da Canção Nativa, o Bivaque da Poesia Gaúcha e o Rodeio Nacional de Campo Bom.  

 

Centro de Convivência da Terceira Idade

O primeiro Centro de Convivência da Terceira Idade do município, localizado no Parque Municipal do Trabalhador, foi entregue a comunidade no dia 1º de maio de 2012. O espaço de lazer conta com um moderno prédio de 720m² que contempla um amplo salão com a capacidade para mais de 800 pessoas, copa e cozinha totalmente equipada, churrasqueira e oito banheiros, dois deles com adaptações para cadeirantes. Além disso, tem área de estacionamento, rampas de acesso, varanda e diversas janelas para garantir que o espaço permaneça arejado. Além de ser um amplo e bonito local para realização de bailes, eventos e festas em geral, os grupos de terceira idade da cidade podem utilizar o espaço para aulas de ginástica organizadas especialmente para eles, oficinas de artesanato e costura, entre outras atividades.

 

Largo Irmãos Vetter

O Largo Irmãos Vetter é um local destinado a cultura e ao lazer da comunidade campo-bonense. Inaugurado em 5 de junho de 2004, mostra o perfil inovador do município. Com 11.244,43 metros quadrados, sua estrutura é composta de anfiteatro, praça de brinquedos, chafariz, duas salas de aula, mirante com espelho d’água e portal. O local onde foi construído o Largo Irmãos Vetter, antigamente era a sede da primeira fábrica de calçados da cidade – Irmãos Vetter e Cia – e para preservar a origem econômica e a história dos antepassados, a Administração Municipal manteve a fachada e reproduziu a chaminé onde funciona o Mirante. O Largo Irmãos Vetter já foi palco de diversas atrações a nível nacional como: Titãs, Paralamas do Sucesso, The Originals, Jota Quest, KLB, Daniel, Capital Inicial, Bruno e Marrone, Cesar Menotti & Fabiano, entrem muitos outros, além de diversas peças teatrais e espetáculos renomados da região.

 

Praça João Blos

Assim como o Largo Irmão Vetter encanta os visitantes, a praça João Blos (a 1ª praça municipal da cidade, inaugurada em 1944), que passou por uma grande remodelação em 2008 para integrar a nova arquitetura da região central da cidade, apresenta-se até hoje como um espaço de encontro e bate-papo da comunidade com seus diversos bancos a sombra de árvores, mesas para a prática de xadrez e damas e um espelho d’água no centro da praça.

 

 Centro Municipal de Informação e Ludicidade Dr. Liberato

Funciona num prédio histórico que já serviu de biblioteca, Prefeitura e até mesmo como Estação Ferroviária em seu princípio. Localizado junto ao Largo Marilu Kehl conta com Telecentro Comunitário, Brinquedoteca, Sala de Leitura e a Sala do Faz de Conta, espaços que podem ser usados pela comunidade em geral.

 

Complexo Cultural do Centro de Educação Integrada - CEI: Um espaço de estudo, cultura e lazer

Em Campo Bom a cultura e educação recebem um cuidado especial. Nessa área, o Centro de Educação Integrada (CEI), é um espaço privilegiado, que conta com um Complexo Cultural, com teatro, cinema, biblioteca e espaço para exposições. Essa área, de 50 mil metros quadrados, com uma arquitetura em linhas modernas, se destaca como um espaço privilegiado para o público campo-bonense e da região para momentos de cultura, estudo e lazer. Além disso, um belo anfiteatro externo, construído sobre o auditório, conta com espaço para 1,2 mil pessoas sentadas, além de possibilitar uma bela vista de toda a redondeza no topo do prédio.

 

Auditório Marlise Sauressig

Localizado no Complexo do CEI, o auditório Marlise Sauressig, com 500 lugares, promove espetáculos teatrais, palestras e diversos eventos. Já foram mais de 60 espetáculos assistidos por cerca de 20 mil pessoas, desde sua inauguração. O teatro já recebeu grandes espetáculos, como Se Meu Ponto G Falasse, Labirinto Kafka, Primeiro as Damas, O Sobrado, entre outros.

 

Cinema do CEI

As salas fazem uma justa homenagem a dois campo-bonenses: a atriz Bárbara Paz e o Construtor Alfredo Blos. Possuem capacidade para 127 e 103 lugares respectivamente. O espaço destinado a projeções cinematográficas possuem um sistema moderno de equipamentos, proporcionando qualidade na exibição dos filmes além de um espaço de diversão e cultura para a comunidade.

 

Escola de Arte-Educação

A Escola de Arte-Educação é uma escola alternativa, um espaço de movimentação e descoberta das capacidades físicas, intelectuais e artísticas. A Escola oferece cursos nas áreas de música, folclore, ginástica olímpica, expressão corporal e artes plásticas, atendendo alunos das três Redes de Ensino e comunidade em geral.

 

Biblioteca Pública Municipal professor Antônio Nicolau Orth

Espaço de cultura e Lazer aberto à comunidade com diversificado acervo bibliográfico para leitura, pesquisa e empréstimo de livro. Possui uma estrutura contemporânea e totalmente informatizada, com acervo de mais de 32 mil livros presenciais.

 

Complexo Esportivo CEI

É composto por um Ginásio Poliesportivo com capacidade para 2.500 pessoas sentadas nas arquibancadas. Possui vestiários, sanitários, enfermaria, cabines para imprensa, placar eletrônico, entre outras estruturas de apoio para realização da prática esportiva para alunos e comunidade. O Ginásio possui uma alta tecnologia, com sistema de amortecimento no piso, garantindo maior impacto e durabilidade.

Quadras poliesportivas: O Complexo possui quadras poliesportivas, além de duas quadras de areia. Elas são utilizadas para a prática esportiva e recreativa dos alunos.

 

Centro Aquático Frederico Silveira Nantes

A piscina do CEI é térmica, com dimensões semi-olímpicas, e possui capacidade para 250 lugares nas arquibancadas, salas de apoio, vestiários e sanitários, possibilitando a grupos e projetos usufruírem do local através de aulas de natação e hidroginástica.

 

Banda Municipal Guilherme Armando Dick

A Banda Municipal Guilherme Armando Dick foi fundada em 05 de julho de 1967 e sua estréia foi no dia 07 de setembro de 1967. Possui cerca de 20 integrantes e é o marco em eventos culturais e recreativos na cidade e na região.

 

Parque do CEI

Já nas proximidades do CEI há um parque construído as margens do Arroio Shmidt, que conta com muitos bancos, espaço para exercícios físicos, e mirantes de madeira elevados construídos a beira do arroio, entre as árvores, onde as pessoas podem descansar e ouvir o canto dos pássaros.

 

Ciclovias trazem lazer para ciclistas e pedestres

Muito antes da ecologia entrar na pauta das cidades, Campo Bom já se destacava como um município com espaço onde as pessoas, pedestres e ciclistas, podiam transitar livremente, sem se preocupar com os veículos, além de contar com muitos espaços arborizados ao seu redor. O município foi o primeiro na América Latina a ter uma Ciclovia, em 1977. A qualquer hora do dia podem ser vistas pessoas aproveitando o espaço, com cerca de 18 mil metros de extensão, á pé ou em bicicletas, tanto para exercícios bem como em passeios para aproveitar a cidade e a natureza que cerca boa parte do trajeto.

Revitalização - Em 2009 o anel central que circunda o centro da cidade, com 7.200 metros de extensão, recebeu novo capeamento asfáltico e  totens (estrutura de cimento contendo placas informativas sobre o percurso e que resumem a história da bicicleta e da ciclovia na cidade) em  diversos pontos.  Também foram edificados 12 pergolados cobertos de plantas ornamentais, oferecendo espaço com sombra para quem usa a ciclovia. Para tornar ainda mais agradável o percurso, cada quilometro da ciclovia foi ornamentado com cores diferentes entre si e que acompanha detalhes como floreiras, totens, canteiros e os próprios pergolados pintados em lilás, azul, verde, amarelo, laranja e vermelho. Além de novas lixeiras e uma reformulação paisagística, com a confecção de novos canteiros laterais e novo gramado, a ciclovia recebeu cerca de mil novas árvores.

 

Parque Arno Kunz - Parcão

No trajeto da ciclovia, na Avenida dos Municípios, o Parque Municipal da Integração Arno Kunz, conhecido como Parcão, oferece um lugar de lazer. Com muitos bancos a sombra de árvores, as margens do Arroio Schmidt, cercados de flores, já é tradição na cidade que as pessoas se reúnam no Parcão para tomar chimarrão com familiares e amigos, no final da tarde e nos finais de semana. São mais de 3 mil metros de extensão, onde é possível encontrar a Casa dos Escoteiros, três quadras de areia para prática de vôlei e futebol, parque de brinquedos para as crianças, com balanços, escorregadores, trepa-trepa, gangorras, três quadras de cimento para pratica de futebol, basquete e vôlei, pista atlética, pista de bicicross, área para a prática de exercícios físicos, banheiros públicos, além de um amplo espaço para relaxar em meio a natureza.

 

 Centro de Tradição Germânica Eintracht

A Cultura da Comunidade Campo-bonense está alicerçada na colonização alemã. O gosto pelas danças e canto de nossos antepassados, além da influência da culinária alemã, fez com que surgissem dois grupos que mantém o interesse em preservar esta tradição: Centro Cultural Eintracht e Glockenthal Volkstanzegruppe.

 

Igreja Evangélica Antiga

Em 1828 foi fundada a primeira igreja de culto evangélico do sul do Brasil e uma das primeiras do país. Suas atividades iniciaram em um galpão de madeira, sendo que em 1851 foi construída a igreja em alvenaria.

 

Sociedade 15 de Novembro

Em 1893 foi fundada a Sociedade Atiradores, atual Clube 15 de Novembro. Construída em estilo eclético nas primeiras décadas do século XX, ao redor dos anos 30, está perfeitamente restaurada, e faz parte do patrimônio histórico do município.


Estádio Esporte Clube 15 de Novembro

Em 1911 os operários da empresa Vetter & Irmãos fundaram o Esporte Clube 15 de Novembro. Os jogos ocorriam em um potreiro no Morro das Pulgas. Os próprios atletas custeavam suas despesas com uniformes e excursões. Para jogar em Lomba Grande viajavam a cavalo passando por São leopoldo ou pelo Passo da Cruz, em Sapiranga.

 

Igreja Católica Santa Teresinha

Em 1930 foi lançada a pedra fundamental da Capela que tem pinturas do Irmãos Nilo. Este irmão marista, por ser daltônico, realizou as pinturas nas paredes internas, através de um sistema de números que lhe indicavam as cores escolhidas.

 

Prédio do Cinema Imperial

Fundado em 1935 por Luiz Frainer, chama a atenção por seu valor histórico.

 

 Centros de Tradições Gaúchas

O apego às tradições gaúchas se faz presente através do chimarrão, do churrasco, carreteiro e pelo uso da Bombacha. Na década de 60, criou-se um movimento de pesquisa e cultuação de costumes, divulgado em todo o Rio Grande do Sul. A partir desta influência entidades tradicionalistas começaram a surgir. Campo Bom possui quatro CTG – Centro de Tradições Gaúchas: Campo Verde, Guapos do Itapuí, M’Bororé e Palanques da Tradição.

 

Prédio da Prefeitura

Edificação com linhas modernas e cinco pavimentos. Localiza-se na parte central da cidade, na Av. Independência, 800.

Conclusão da obra e revitalização – Em 2010, a Administração investiu cerca de R$ 800 mil para viabilizar a instalação da Secretaria de Educação e Cultura no quarto andar do prédio, que se encontrava inacabado desde a edificação do prédio a 21 anos. Este investimento somou-se a outros R$ 500 mil aplicados em reformas e melhorias na estrutura do Centro Administrativo que recebeu novo estacionamento, pintura externa, melhorias no sistema de ar condicionado e impermeabilização.

 

Rio dos Sinos

É um rio com altitudes superiores a 600 metros que percorre um percurso de cerca de 190 km, desembocando no delta do Jacuí. O Rio dos Sinos banha diversas e importantes cidadesdo Rio Grande do Sul (RS). É um rio muito importante para o Estado, sendo o principal para o Vale do Rio dos Sinos, tendo sido por ele que os colonizadores alemães desbravaram parte do Rio Grande do Sul. O Rio tem esse nome pois é sinuoso, tendo muitas curvas.