História da Cidade

Campo Bom foi colonizada em 1825, emancipando-se de São Leopoldo, em 31 de janeiro de 1959. A predominância na formação étnica do município é a germânica. Com o crescimento econômico e a necessidade de mão-de-obra, outras etnias passaram a fazer parte deste cenário a partir de 1930, principalmente com a chegada dos lusos.
 
Campo Bom passou à categoria de Vila, com a realização de algumas obras públicas que contribuíram para a diversificação das indústrias e serviços. O período de urbanização veio em 1959 juntamente com a emancipação, quando deixou de pertencer à São Leopoldo, devido a prosperidade econômica. Durante esta transição a economia passou por diversas fases. As atafonas, as olarias e as indústrias calçadistas formaram este processo. Atualmente não há mais atafonas, mas sim olarias, porém é o calçado o responsável pela maior parte da economia, embora no final da década de 90 tenha ocorrido uma grande diversificação no parque fabril da cidade através da implantação do Loteamento Industrial Sul e Distrito Industrial Norte. Hoje, o município conta também com uma encubadora empresarial, além de receber pesados investimentos para atração de empresas e formação profissional de mão-de-obra qualificada.
 
A origem do nome do município veio dos tropeiros que conduziam o gado da Serra Geral para São Leopoldo e Porto Alegre, passando pela localidade. Aqui descansavam sob a sombra de árvores enquanto o gado pastava nos campos verdejantes.