Oficina de criação e confecção de bonecas de pano mobiliza avós campo-bonenses

Animado, descontraído, com muita conversa e risadas. Assim foi a primeira oficina do projeto Costurando o Passado ao Presente, na qual 16 avós aprenderam a confeccionar bonecas de pano. A atividade promovida pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec) ocorreu na tarde de hoje, dia 27, no Centro de Informação e Ludicidade (Cemil) Dr. Liberato, no Centro de Campo Bom onde, durante cerca de duas horas a oficineira e artesã Maria Ironi Flor, ensinou todo o processo de confecção do brinquedo: desde o enchimento da boneca até a pintura do rosto e sua vestimenta. Quem optou ainda pode levar para copiar em casa os moldes das roupas das bonecas. Durante a oficina foram confeccionadas quatro modelos de bonecas que ficarão expostas no Cemil por 15 dias e que, posteriormente, passarão a integrar o acervo da brinquedoteca da Prefeitura. O projeto Costurando o Passado ao Presente foi elaborado em homenagem aos avós pelo seu dia, comemorado essa semana. Além de oficinas de bonecas o projeto terá oficina de brinquedos em madeira, cinco marias e de técnicas que podem ajudar a estreitar a relação entre vovôs e vovós com seus netos. “Além disso, as oficinas serão uma espécie de resgate às brincadeiras e jogos de antigamente”, explica Juraci Reichert, coordenadora do Cemil. Neste quarta-feira, a semana de oficinas será direcionada aos vovôs, que a partir das 15h aprenderão a fazer carrinhos e móveis em madeira. Na quinta-feira. o momento denominado Toque do Amor, ensinará massagens, carinhos e falas para serem aplicadas entre avôs e netos. Na sexta-feira, haverá oficina sobre cinco marias, com aulas envolvendo as tecnicas do jogo e confecção das almofadas de areia ou arroz. Todas as oficinas ocorrem às 15h no Cemil e são gratuitas. No sábado, às 9h, no mesmo local, haverá um momento especial para aproximar avós e netos e que permitirá que vivenciem e apliquem em conjunto todas as atividades da semana.

A aposentada Lori Terezinha Hoffmann, 63 anos, foi uma das que aproveitou a oficina de bonecas para relembrar seu tempo de menina, quando não existiam brinquedos eletrônicos. "Naquela época a gente tinha que ajudar muito no trabalho de casa e não sobrava tempo para brincar", conta ela que fez a oficina para aprender a confeciocnar a boneca e repassar o conhecimento para a filha que, por sua vez, quer ensinar à mais nova geração da familia. “Minha mãe costurava bonecas de pano, eu estou aprendendo agora e minha filha já disse que quer aprender para poder ensinar para minha neta. Confeccionar bonecas será uma habilidade que passará por várias gerações da minha família”, comemora Lori. Outra que aproveitou a oportunidade foi a costureira Bronácia Cereza, 49 anos que destacou a importância da iniciativa. “Tem muitas pessoas de idade que só ficam em casa esperando o tempo e a vida passarem. Esse projeto é uma oportunidade de quebrar essa rotina, é um incentivo para essas pessoas se movimentarem, aprenderem uma coisa nova e ainda aumentarem a auto-estima”, disse.

Os interessados em participar das oficinas previstas para o restante da semana podem se inscrever pelo telefone 3597 597- 4547 ou pessoalmente no Cemil (Andradas, 67, Centro). Cada avô pode se inscrever em quantas atividades quiser. Será exigido apenas informações básicas como nome completo, telefone e endereço. Um certificado de participação será entregue a todos os participantes das oficinas no sábado.

Programação do Costurando o Passado ao Presente:

Dia 28/7 – 15h – Oficina de brinquedos de madeiras (carrinhos e caminhas)

Dia 29/7 – 15h – Oficina de massagem, toques e conversa com os netos

Dia 30/7 – 15h – Oficina de cinco marias

Dia 31/7 – 9h – Dia especial com circuito de atividades entre avôs e netos

Notícia postada em 28/07/2010

Pesquisar