Campo Bom inicia cadastramento para vagas de estacionamento especiais para idosos

Depois de implantar vagas de estacionamento para pessoas com deficiência, a partir de fevereiro, 5% dos espaços serão destinados a pessoas com mais de 60 anos de idade
               
        Cerca de 50 vagas para estacionamento nas áreas centrais de Campo Bom passarão a ser de uso exclusivo de idosos a partir de fevereiro, quando entra em vigor a resolução 303 do Contran, que estabele a obrigatoriedade de destinação de 5% das vagas em estacionamento regulamentado de uso público para uso exclusivo por idosos. Quem tiver 60 anos de idade ou mais poderá estacionar com mais facilidade e comodidade, identificando o espaço exclusivo para este fim por meio de demarcação que começa a ser implantada na próxima semana pelo Departamento Municipal de Trânsito. Para utilizar os espaços é necessário portar o cartão de estacionamento  - fornecido pela Prefeitura  - que deve ser colocado em local visível no painel do veículo, facilitando a identificação dos fiscais de trânsito. O encaminhamento do pedido de cartões se inicia na próxima segunda-feira, dia 17, no Protocolo do Centro Administrativo, de segunda a quinta-feira, das 12h30min às 18h30min, e em sexta-feira das 7h às 13h. O cadastro não tem data limite para ser feito. Os documentos para credenciamento são: carteira de habilitação (não obrigatório), cópia do documento de identidade, cópia do CPF, comprovante atual de residência de Campo Bom e número de telefone.  O cartão será entregue cerca de 15 dias após o encaminhamento do pedido sendo cada cidade responsável pelo cadastramento de seus idosos.
        Em 2010, o Departamento Municipal de Trânsito também disponibilizou aos campo-bonenses vagas especiais para pessoas com deficiência. Segundo o coordenador do Departamento, Raul Fröhlich, a fiscalização das vagas destinadas a idosos será semelhante ao que já é feito com as vagas para portadores de deficiencia. "O cartão pertence ao idoso e não ao veículo, portanto pode ser usado em mais de um carro desde que seu portador esteja presente". Raul explica que os fiscais estão orientados a cumprirem a legislação - que prevê multa e recolhimento do veículo - caso algum carro use a vaga sem o cartão ou caso algum motorista que não seja idoso se beneficie do cartão para estacionar com privilégio. No caso de empréstimo do cartão a terceiros também há punição com a perda do mesmo pelo beneficiário.  “O cartão servirá como identificação e é válido em todo o país, por tempo indeterminado. Mesmo que o idoso tenha o seu cartão feito em Campo Bom, pode utilizá-lo em outras cidades, seguindo as mesmas recomendações”, ressalta Fröhlich.
        A aposentada Terezinha Stenert, 69 anos, moradora do bairro Imigrante, conta que diversas vezes se dirige ao Centro da cidade onde tem dificuldades para estacionar em quadras próximas ao seu local de destino. “Agora, com as vagas especiais vamos ganhar mais tempo e ter certeza que temos um espaço reservado para nós. É uma novidade e tanto!”, comemora.
 
Notícia postada em 12/01/2011