Projeto de lei do Executivo aumenta auxílio para empresas através do Pige

Prefeitura poderá destinar até R$ 750 mil para empreendimentos que necessitarem de auxílio locativo e até R$ 500 mil destinados para a compra de móveis e equipamentos

Com o intuito de ampliar os incentivos, auxiliar as empresas que estão instaladas no município e trazer novos empreendimentos, aumentando a geração e manutenção dos empregos em Campo Bom, a Câmara de Vereadores aprovou o projeto de lei do Executivo que aumenta o auxílio para empresas através do Programa de Incentivo à Geração de Emprego (Pige). Com a nova lei, a Prefeitura poderá destinar até R$ 750 mil para empreendimentos que necessitarem de auxílio locativo e até R$ 500 mil destinados para a compra de móveis e equipamentos. Mais de 120 projetos já foram contemplados pela Prefeitura. O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Airton Schäfer, explica que os valores foram atualizados em função de que, por se tratar de uma lei de 2003, estavam defasados. “A ideia de alterar os valores é criar melhores condições para prospectar novas empresas e consolidar as existentes no município”, diz.

Auxílio emergencial
O auxílio por meio do Pige integra o programa Supera, implantado pela Administração Municipal para prestar assessoria e traçar diagnósticos às empresas, processo conduzido em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e instituições financeiras. O apoio, direcionado para Microempreendedores Individuais (MEIs), micro e empresas de pequeno porte, foi elaborado para amparar as empresas durante a pandemia do coronavírus.

Crédito de foto: PMCB